Category Archives: Modernismo

Quer agrade, quer desagrade

SOBRE O LIVRO

QUER AGRADE, QUER DESAGRADE

Homenagem aos 25 anos de Ordenação
– Jubileu de Prata Sacerdotal –
do Revmo. Pe. Fernando Arêas Rifan
1974-1999

APRESENTAÇÃO

pe-rifan-quer-agrade-quer-desagradeComo parte das comemorações do jubileu de prata sacerdotal do Revmo. Pe. Fernando Arêas Rifan, ocorreu-nos a feliz idéia de reunirmos em um livro uma coletânea de vários artigos por ele escritos e publicados, em diferentes épocas, em diversos órgãos da imprensa.

Os artigos que selecionamos versam sobre assuntos variados, mas sempre com uma equilibrada visão católica, conforme a Igreja sempre orientou os seus fiéis.

Os leitores terão assim uma recordação instrutiva e esclarecedora das lutas, idéias e orientações do Revmo. Pe. Fernando Arêas Rifan, que, aliás, coincidem com as dos Revmos. Padres fiéis à Tradição Católica, da União Sacerdotal São João Maria Batista Vianney, de Campos dos Goytacazes, RJ.

“Quer agrade, quer desagrade”!

Certamente este livro não agradará a todos. Nem é sua pretensão. Bom sinal! O próprio Jesus não conseguiu a unanimidade do beneplácito popular. São Paulo, autor da frase, título deste livro, exclamava: “Se alguém vos anunciar um Evangelho diferente daquele que recebestes, seja anátema. Porque, em suma, é a aprovação dos homens que eu procuro, ou a de Deus? Porventura é aos homens que eu pretendo agradar? Se agradasse ainda aos homens, não seria servo de Cristo” (Gal. I, 9 e 10).

Mas todos admirarão a sinceridade e a clareza de posições do autor, que preferiu o “sim sim não não” do Evangelho à conivência com o erro e à cumplicidade na “autodemolição da Igreja” com pretensões e aplausos e reconhecimentos oficiais. Como pitorescamente comentou um jornalista da “esquerda”: “Pe. Fernando é um inimigo em quem se pode confiar!”, reconhecendo, apesar de divergir dele, a lisura e lealdade do seu posicionamento.

Junto com esta homenagem, a nossa gratidão ao Revmo. Pe. Fernando Arêas Rifan, pelos seus 25 anos de vida sacerdotal, vividos para a glória de Deus e bem das almas, conforme o seu lema: “Jesus às almas, almas a Jesus!”, sob a proteção da Mãe Celestial, a quem ele consagrou sua vocação e seu sacerdócio. Continue lendo

Soy yo, el acusado, quien tendría que juzgaros (Actas del Magisterio)

SOY YO, EL ACUSADO, QUIEN TENDRÍA QUE JUZGAROS

C’est moi l’accusé qui devrais vous juger! - Fideliter, Clovis. 1994.

Desde el principio de la Fraternidad Sacerdotal San Pío X, Mons. Lefebvre instituyó, para la formación impartida a los seminaristas, un curso muy especial que recibían durante su primer año, titulado Actas del Magisterio. Este curso expone las grandes encíclicas de los Sumos Pontífices y los documentos pontificios que tratan sobre el orden social cristiano y la realeza social de Nuestro Señor. Tiene como finalidad colocar a los jóvenes aspirantes al sacerdocio en el contexto concreto de la situación de la Iglesia actual y poscristiana, marco de su futuro apostolado y santificación.

Durante los años 1979-1982, S. Ex. Mons. Marcel Lefebvre enseñó personalmente esta materia en el seminario de Ecône, mostrando así la importancia capital de nuestra lucha contra los errores modernos, especialmente el liberalismo, el modernismo y el comunismo y sus propagadores, en particular la Masonería. Así mostraba también su adhesión filial e indefectible a las enseñanzas de los Sumos Pontífices, al Magisterio de la Iglesia y a la Roma eterna.

Soy yo, el acusado, quien tendría que juzgaros (Actas del Magisterio).El gran dolor de su vida fue ver a la Iglesia invadida por todos los errores del Concilio Vaticano II —al que muchas veces llamaba su “tercera guerra mundial”—, sus puestos principales ocupados por los enemigos, y que los Papas conciliares y posconciliares se apartaban de las enseñanzas de sus predecesores. Fue también para él una gran tristeza ver en ruinas el sacerdocio católico, cómo se difundía la libertad religiosa y cómo los estados católicos se iban secularizando en nombre de esta misma libertad proclamada por el Concilio. Aquí transcribimos, gracias al trabajo del señor André Cagnon y su esposa, el curso que dio en 1980-1981, aunque con ciertos retoques tomados del curso de 1979-1980 sobre Quanta cura y el Syllabus.

Autor: Dom Marcel Lefebvre.

OPÇÕES PARA BAIXAR/DOWNLOAD

Opção 1: Soy yo, el acusado, quien tendría que juzgaros
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd |SlideShare | ISSUU.
Idioma: Espanhol.
Edição: Stat Veritas.
Formato: PDF.
Tamanho: 1,84 MB.
Número de páginas: Arquivo PDF com 182 páginas.
Fonte: Stat Veritas / FSSPX-América del Sur.

CONTEÚDO

Continue lendo

Do Liberalismo à Apostasia – a Tragédia Conciliar

SOBRE O LIVRO

Ils l’ont découronnéDO LIBERALISMO À APOSTASIA – A TRAGÉDIA CONCILIAR

“O famoso bispo de Ecône, na Suiça, Dom Marcel Lefebvre, após explicar o que é o Liberalismo condenado pela Igreja, e a tentativa de alguns católicos de adotarem as ideias liberais, analisa de modo profundo a derrapagem das autoridades da Igreja na realização de um Concílio Ecumênico de inspiração liberal e que semeará a revolução dentro da Igreja Católica.”

Autor: Dom Marcel Lefebvre.
Título original: Ils l´ont découronné – Du libéralisme à l´apostasie, la tragédie conciliaire (Fideliter, 1987).

OPÇÕES PARA BAIXAR/DOWNLOAD

Opção 1: Do Liberalismo à Apostasia – a Tragédia Conciliar
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.
Idioma: Português.
Tradutor: Ildefonso Albano Filho.
Edição: Editora Permanência, 1991.
Formato: PDF.
Tamanho: 1,65 MB.
Número de páginas: Arquivo PDF com 156 páginas.
Fonte: Permanência.

Opção 2: Ils l´ont découronné – Du libéralisme à l´apostasie, la tragédie conciliaire
Baixar/Download:
WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.
Idioma: Francês.
Formato: PDF.
Tamanho: 1,05 MB.
Número de páginas: Arquivo PDF com 176 páginas.
Fonte: La Porte Latine.

Opção 3: Le Destronaron – Del liberalismo a la apostasía – La tragedia conciliar
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.
Idioma: Espanhol.
Edição: Voz en el Desierto.
Formato: PDF.
Tamanho: 1,05 MB.
Número de páginas: Arquivo PDF com 134 páginas.
Fonte: Stat Veritas / FSSPX-América del Sur.

CONTEÚDO

Continue lendo

O golpe de mestre de satanás

SOBRE O LIVRO

O GOLPE DE MESTRE DE SATANÁS

Le coup de maître de Satan. éd. St Gabriel. 1977.Livro onde S.E.R. Dom Marcel Lefebvre fala  sobre a obediência responsável e os frutos da obediência cega.

***

O inimigo mortal do homem não perde tempo.

O Protestantismo arrancou meia Cristandade da Igreja. A Revolução Francesa e a democracia aniquilaram sua influência na esfera civil. Com o Concílio Vaticano II, chega finalmente ao seu coração.

“Liberdade”, “igualdade” e “fraternidade”, ideal assumido pela Igreja sob a nova face de “liberdade religiosa”, “colegialidade” e “ecumenismo”.

A jogada: envenenar o Corpo Místico de Cristo.

O meio: que a autoridade eclesiástica hasteie e imponha os princípios da Revolução.

O fim: a autodestruição da Igreja pela via da obediência.

OPÇÕES PARA BAIXAR/DOWNLOAD

Opção 1: Livro
Formato: PDF.
Tamanho: 189 KB.
Páginas: Arquivo PDF com 47 páginas.
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.

CONTEÚDO Continue lendo

Acuso o Concílio!

SOBRE O LIVRO

ACUSO O CONCÍLIO!

J’accuse le Concile. éd. St Gabriel. 1976.Livro onde S.E.R. Dom Marcel Lefebvre acusa o Concílio Vaticano II, mostrando detalhadamente sua participação e denunciando os erros e falhas em todo o processo conciliar.

***

Dom Lefebvre atraiu a atenção do mundo por sua oposição às mudanças que se faziam na Igreja em nome do Concílio Vaticano II. Textos ambíguos, aprovados pela possibilidade de uma interpretação ortodoxa, eram invocados depois para justificar uma interpretação heterodoxa. As reformas na liturgia tinham implicâncias teológicas capazes de adulterar a fé. Logo, não eram lícitas.

Seus contraditores argumentaram que ele tinha participado no Concílio, como se sua atitude posterior fosse contraditória ou inconsequente. Neste livro está a resposta.

Este não é um livro de escândalo, como alguns poderiam inferir de seu título. Não há nele “revelações” espetaculares, nem denúncias ásperas, nem argumentos retóricos, nem política nem uma convocação à ação beligerante. Este é um livro que segue serenamente seu tema, que é destacar na “Igreja conciliar” o que se opõe ao imutável da Igreja.

Um sinal da inspiração divina que ela recebe é a conformidade consigo mesma. Foi fundada uma vez, para sempre, e assim como se constituiu no princípio, atravessa a história. Não precisa acomodar-se às circunstâncias temporais, porque sua natureza é intemporal. São os homens quem devem descobrir nela novas respostas a questões novas. A teologia cresce, a Igreja não.

OPÇÕES PARA BAIXAR/DOWNLOAD

Opção 1: Livro
Formato: PDF.
Tamanho: 381 KB.
Páginas: Arquivo PDF com 82 páginas.
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.

CONTEÚDO Continue lendo

O Naturalismo

SOBRE O LIVRO

O NATURALISMO

Pe. Emmanuel-André, OSB (1826-1903).

Lúcida análise da causa da decadência da civilização católica. O que é o naturalismo. A ordem natural e a ordem sobrenatural. Os termos: natural, naturalismo e graça. O mal do naturalismo entre os católicos. Os remédios contra o naturalismo.

Fonte: http://www.permanencia.org.br/vida/Emmanuel/naturalismoindex.htm (Internet Archive)

OPÇÕES PARA BAIXAR/DOWNLOAD

Opção 1: Livro
Formato: PDF.
Tamanho: 268 KB.
Páginas: Arquivo PDF com 34 páginas.
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.

CONTEÚDO Continue lendo

Jesus Cristo e os Filósofos

SOBRE O LIVRO

JESUS CRISTO E OS FILÓSOFOS

[Recorrendo a] filosofia e à história para aí encontrar argumentos convincentes da divindade de Cristo, dos fatos relativos à obra da redenção.

Padre Frei Eugênio Cantera da Sagrada Familia, O.A.R.; Jesus Cristo e os filósofos; Tradução do Padre Antonio A. Moraes Júnior; Melhoramentos, 1938.

Convencido da grande necessidade que têm os espíritos de estudar a Cristo, único caminho para conseguirmos nosso destino, tentei provar com as luzes da razão natural somente como Jesus Cristo não é apenas um herói, um sábio, um benfeitor da humanidade; é um Deus em sentido metafísico, fundador da Igreja, autor da civilização verdadeira. Com este objetivo examinei os pontos principais da sua vida, as relações íntimas que o ligam com o homem, a influência exercida na história pela sua doutrina e virtudes admiráveis, mas prescindindo sempre dos textos inspirados, de argumentações dogmáticas, pois se aparecem, às vezes testemunhos da sagrada escritura não são eles para impor sua autoridade divina, mas como documentos históricos, necessários para conhecer os feitos e os ensinos do nosso amado Mestre.

Creio todavia que a leitura das seguintes páginas servirá para recordar os benefícios que o mundo deve a Jesus Cristo e o fracasso das tentativas realizadas para derrubar seu trono.

Jesus Cristo não morre; a despeito de seus inimigos, seguirá reinando na história com os clarões da sua luz e os incêndios do seu amor; sobre os escombros amontoados pelas extraviadas concepções filosóficas, sobre as ruínas do pensamento, alça-se hoje mais resplandecente que nunca sua divina imagem, subjugando o mundo, oferecendo a todos o ideal, a redenção e a vida.

(Extratos do Prólogo do autor)

Título original: Jesucristo y los Filósofos
Autor: Pe. Eugênio Cantera

OPÇÕES PARA BAIXAR/DOWNLOAD

Opção 1: Livro
Formato: PDF.
Tamanho: 1,94 MB.
Páginas: Arquivo PDF com 192 páginas.
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.

Opção 2: Livro escaneado
Formato: PDF.
Tamanho: 30,9 MB.
Páginas: Arquivo PDF com 149 páginas.
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.

CONTEÚDO Continue lendo

Carta Aberta aos Católicos Perplexos

SOBRE O LIVRO

CARTA ABERTA AOS CATÓLICOS PERPLEXOS

Lettre aux catholiques perplexes. Albin Michel. 1985.Dom Marcel Lefebvre

04 de julho de 1984.

Dom Lefevbre fala a todos os católicos que se sentem desnorteados com a crise da Igreja. Mostra, numa linguagem simples e num texto agradável a legitimidade da defesa da Tradição e a necessidade de guardarmos a fé intacta, rechaçando o progressismo que muda a doutrina e a fé.

Edição fora de comércio
Feita por Editora Permanência
Rua Cosme Velho, 1204
Rio de Janeiro

Traduzido do original francês por
João Carlos Cabral de Menedozas.

Fonte: Permanência

OPÇÕES PARA BAIXAR/DOWNLOAD

Opção 1: Livro
Formato: PDF.
Tamanho: 451 KB.
Páginas: Arquivo PDF com 96 páginas.
Baixar/Download: WordPress | 4shared | Gloria.tv | MediaFire | Scribd | SlideShare | ISSUU.

CONTEÚDO Continue lendo